sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Dando o troco: Gay é provocado por funkeiro em estação de trem de SP e resolve revidar

Um post para juntar dois temas de muita discussão: funkeiros e gays. Os primeiros estão em voga por conta dos rolezinhos. Já os gays viraram manchete por conta de duas mortes em SP relacionadas com homofobia. Um vídeo amador está fazendo sucesso nas redes sociais: é uma discussão entre um funkeiro e um gay, ocorrida na estação Pinheiros da CPTM, em SP.
O funkeiro provoca o outro rapaz e toma o troco: "Você não gosta de mexer com veado? Bate em mim, então!", diz o rapaz. O funkeiro, intimidado pelo maior porte físico do rival, se amedronta e tenta se afastar. A situação é tensa e os guardas da CPTM ficam atentos à discussão. Já os outros passageiros só observam a briga, em silêncio absoluto, apesar da estação estar lotada em um final de tarde.
No YouTube, uma das postagens já chega a 200 mil visualizações e a atitude do rapaz gay é elogiada pelos internautas: "Parabéns ao gay que não abaixou a cabeça! Se todos gays agissem assim, seriam muito mais respeitados". "Bem feito pra esse funkeiro homofóbico, tomou!", são dois dos comentários.

Assista ao vídeo e diga o que achou da briga e da reação do ofendido. (dica da @samara7days)


Ingenuidade: Pelé pede que brasileiros protestem só depois da Copa e 'não estraguem a festa'

Deu na Folha de S. Paulo:
Pelé, 73, voltou a mostrar preocupação com os protestos nas cidades brasileiras durante o Mundial de 2014.
"Espero que a gente tenha essa consciência: deixar passar a Copa do Mundo. Aí vamos reivindicar o que os políticos estão roubando ou desviando. Isso é outra coisa. O futebol só traz divisas e só traz benefício para o Brasil", disse, em entrevista à ESPN Brasil.
Nomeado pela presidente Dilma Rousseff como embaixador honorário da Copa em 2011, o ex-jogador pediu uma espécie de trégua aos manifestantes para que o país receba os turistas e aproveite a oportunidade de realizar uma competição sem problemas.
"Vamos deixar passar essas festas e vamos exigir. Futebol não tem nada com isso", afirmou. "Acho que o futebol não tem nada a ver com a corrupção dos políticos. O futebol sempre enalteceu o Brasil. Os jogadores sempre trouxeram promoção muito grande para o Brasil".
Ele incluiu os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio, como outra oportunidade que não pode ser prejudicada por protestos.
"Agora temos três eventos maravilhosos: a Copa das Confederações, a Copa do Mundo e as Olimpíadas. O país pode encher de turista e receber todo o benefício desse turista. E o próprio brasileiro fica estragando uma festa dessas. Quando falei isso ano passado, muita gente não entendeu," disse Pelé.
Ele admitiu que ficou preocupado durante a Copa das Confederações, em junho de 2013, mas, na sua opinião, a conquista da seleção brasileira amenizou as manifestações. "A sorte é que Deus é brasileiro, e o Brasil foi campeão. Aí sossegou um pouco".
Ricardo Moraes-6.dez.2013/Reuters
Pelé, durante evento da Fifa na Costa do Sauipe, na Bahia
Pelé, durante evento da Fifa na Costa do Sauipe, na Bahia

Secretaria de Saúde de Fortaleza recepciona novos profissionais do "Mais Médicos"

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) recepciona, na próxima segunda-feira
(03/02), 27 novos profissionais da terceira etapa do Programa Mais
Médicos, do Ministério da Saúde. Eles serão acolhidos, com um café da
manhã, no auditório do Conselho Municipal de Saúde (CMS), no 5º andar da
SMS, às 9h.
 Novos médicos
Os 27 médicos compõem o grupo de 2.891 profissionais que desembarcaram no
Brasil nessa semana. Em Fortaleza, eles serão alocados nas seis regionais
da cidade. Até agora, a SMS recebeu 90 médicos do programa do Governo
Federal, contemplando, inicialmente, as regionais I, III, V e VI que
estavam com maior carência de profissionais.
 Suprir carência
Segundo o coordenador do Programa Mais Médicos na SMS, José Carlos de
Souza Filho, esses novos profissionais chegam para suprir uma carência que
todos os municípios do Brasil possuem. “Fortaleza, também faz parte desse
grupo. Com a chegada dos profissionais do ‘Mais Médicos’ estamos
conseguindo completar as equipes que estavam desfalcadas e melhorando
nosso atendimento”, comentou.
Origem
Os 90 médicos que estão prestando serviço nos postos de saúde de Fortaleza
são: 67 cubanos, 18 brasileiros e cinco intercambistas. Participam da
solenidade, além dos novos profissionais, a secretária de Saúde, Socorro
Martins, o gerente da Célula de Atenção Primária da SMS, André Bonfim e
coordenadores de saúde das regionais.

Serviço
Terceiro Ciclo do Programa “Mais Médicos”
Data: 03/02/14
Hora: 9h
Local: Auditório do Conselho Municipal de Saúde - 5º andar (Rua do

Rosário, 283 - Centro)

Por telefone, Lula saúda Campos pelo 5º filho e os dois choram

O Galo está com os dias contados

Prefeitura do Recife anuncia que 2014 é o último ano do Galo da Madrugada

Do Diário de Pernambuco:
galo-da-madrugada-2009-foto-divulgacao-001
Ei pessoal, vem moçada. Carnaval termina às duas da madrugada.
Além de vetar a concentração de algumas prévias carnavalescas já estabelecidas e de adicionar traços conservadores ao carnaval do Recife, limitando-o a funcionar até as duas da manhã, a prefeitura anunciou, para escândalo nacional e tristeza dos assíduos foliões, o fim das atividades do tradicional Galo da Madrugada. No último ano de sua existência, o Galo fará homenagem à Cinderela. “Com essa coisa de limitar o horário do carnaval, me inspirei na Cinderela. Da Disney, né? [risos] A Fada-madrinha (o prefeito) avisou que a festa deve acabar antes das duas da matina, ou toda a mágica irá se desfazer aos olhos de todos, sob a égide da polícia. Creio ser uma boa releitura”, afirmou Romero Britto, design da “Galinderela”. Fundado em janeiro de 1978, O Galo entrou para o Guinness Book como o maior bloco de carnaval do mundo (ao menos o maior da América Latina). “Nós entendemos que o carnaval precisa tomar rumos apolíneos e encher-se de medida. O país já passa por um grande carnaval de horrores nas madrugadas com a atividade de Black Blocks e vândalos pré-Copa. Madrugada e carnaval não têm mais nada a ver. Se dependesse apenas da nossa vontade, à meia-noite acabava essa balbúrdia que o Estado precisa patrocinar. Faz-se mister um toque de recolher para que possamos garantir a segurança de todos”, afirmou Valter Lins, representante do  Ministério Público de Pernambuc

A CHUVA E EU

Há dias dourados, há dias nublados e há dias em que simplesmente a chuva cai. Hoje é um dia desses. E a chuva cai em cântaros, banhando despudoradamente minha Fortaleza, violenta, mas maravilhosamente bela. Fico, da janela do meu quarto, embevecida, apreciando esse movimento da natureza. E a chuva não se controla, simplesmente cai generosamente, e os pingos resvalam janela à dentro, umedecendo meus cabelos, molhando meu rosto, com seus pingos a ferir minha pele e a misturar meus pensamentos. E a chuva simplesmente continua a cair, forte, sem se preocupar quantas pessoas está molhando, quanto lixo vai levando nas águas que sinuosamente marcham à cata de um rio para se abrigar e depois desembocar mar a dentro. E nessa hora meu coração sangra e gotas vermelhas se espalham em minha imaginação. Choro, e as lágrimas que escorrem pelas minhas faces se misturam às gotas de chuva que continuam a invadir meu quarto. E a alegria da chuva se mistura a minha tristeza por aqueles que sem abrigo, encolhem-se em qualquer cantinho para fugir desse molhar. É o destino dos desabrigados, fugir, tentar sempre, escapar das intempéries da vida e da natureza, sem indagar ausências, simplesmente, sós em suas desditas, muitas delas, provocadas por eles mesmos, muitas outras por uma sociedade perversa e por insensíveis governantes. Mas, tudo se vai, tudo se esvai, os sonhos, a chuva . Vão-se as alegrias, os dias bons, os dias maus. Vai-se o verão, vão-se as tardes azuis, as flores murcham, o arco-iris também se vai. Até a esperança um dia nos abandona. O inverno chega, ou não. Mas há dias dourados, pessoas especiais que querem se molhar comigo, sorrisos dobrados, aconchegos, chamegos. A chuva agora deu um tempo. Também vou dar uma paradinha em minhas reflexões. Vou vestir-me de arco-íris e volto. Ainda hoje voltaremos, eu e a chuva, ou, a chuva e eu, tanto faz...

Prefeito de Fortaleza recebe servidores

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (Pros), recebe na tarde hoje, mais precisamente, às 17h30min, a diretoria do Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos de Fortaleza (Sindifort) e demais associações de categorias. 
O ponto principal do encontro é a discussão sobre o reajuste salarial,  fixado em 5,7%. Segundo os servidores, o percentual está abaixo da inflação do período. Embora Roberto Cláudio tenha acenado com a possibilidade de adequar esse percentual, os servidores vão tentar melhorar mais ainda os valores do reajuste. Anteriormente os barnabés municipais haviam pedido 15% para todos os servidores à exceção dos professores, que pleitavam d19%.
Além do reajuste, também será posto na mesa das discussões, o funcionamento de uma mesa permanente de negociação com o prefeito Roberto Cláudio.

Descoberto plano para extorquir Prefeitura de Caruaru

Do DIARIO DE PERNAMBUCO
Plano para extorquir Prefeitura de Caruaru
O suposto esquema foi descoberto por interceptação telefônica autorizada pela Justiça

Mário Flávio
Especial para o Diario
Publicação: 31/01/2014 03:00

Dois corrompidos, três corruptores e R$ 30 mil em propina pagos. Esse é o saldo das investigações que culminaram com a ordem para a prisão de cinco vereadores de Caruaru, na última quarta-feira. Um deles volta à cadeia pela terceira vez (Evandro Silva, PMDB), e outros quatro (Neto, PMN; Jadiel, Pros; Val, DEM; e Val das Rendeiras, Pros) pela segunda vez em 40 dias. As provas para as novas prisões, segundo a polícia, foram colhidas durante a Operação Ponto Final, no dia 18 de dezembro. 

Os documentos que embasaram a decisão do juiz da 4ª Vara Criminal da cidade, Pierre Souto Maior, revelaram um suposto esquema de compra de votos por um grupo de vereadores para instalar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que teria a Prefeitura de Caruaru como alvo para, depois, tentar extorquir dinheiro do Executivo para que ela fosse encerrada. 

O suposto esquema foi descoberto com base na interceptação de ligações telefônicas autorizadas pela Justiça, além de um depoimento dado pelo vereador Jadiel Nascimento (Pros), que, ao ser preso em dezembro, tentou negociar delação premiada. Para justificar o mérito, ele disse ter recebido R$ 30 mil para votar a favor da criação da CPI da CGU (Controladoria Geral da União). O alvo seriam as irregularidades na execução de programa pela prefeitura, apontadas pela CGU após fiscalização. 

Os governistas corrompidos para votar a favor do projeto, segundo as investigações, teriam sido Jadiel e Val das Rendeiras, também do Pros. Os corruptores seriam Evandro (PMDB), Val (DEM) e Neto (PMN). De acordo com o descrito na decisão da Justiça, “Jadiel informou ter recebido a quantia de R$ 30 mil, sendo que R$ 15 mil lhe foram repassados pelo vereador Val de Cachoeira e outros R$ 15 mil por Neto, também vereador daquela Casa, os quais foram presos na Operação Ponto Final”. O vereador, em depoimento, também confirmou que Val das Rendeiras recebeu dinheiro. 

Uma das gravações mostra uma conversa entre Jadiel e Val, quando o primeiro cobra os R$ 30 mil. Na conversa, Jadiel disse a Val que devia mais de R$ 60 mil, mas tinha urgência em apenas R$ 33 mil. Segundo as investigações, o vereador Jadiel fez jogo duplo por estar conversando ao mesmo tempo com os vereadores de oposição e com o secretário de Relações Institucionais de Caruaru, Marco Casé (PTB). 

Outro vereador que confirmou à Polícia que teria sofrido tentativa de suborno foi Ranilson Enfermeiro (PTB). Segundo a investigação, ele não aceitou o dinheiro. No inquérito, o vereador Romildo Oscar (PTN) também foi assediado para receber dinheiro e assinar o relatório. O presidente da Câmara, Leonardo Chaves (PSD), o líder do governo na Casa e presidente da Comissão de Ética, Ricardo Liberato (PSC), e Edjailson da Caru Forró (PT do B), além do secretário Marco Casé, também confirmaram à polícia que os vereadores acusados teriam recebido dinheiro. Mas não houve nenhuma providência interna tomada pela Câmara.

Autor do requerimento que criou a CPI, Evandro Silva não é citado diretamente e apenas existem indícios de participação dele no caso, mas a polícia aponta o vereador como o cabeça do esquema para obter vantagens do Executivo. Val, Neto e Jadiel Nascimento continuam foragidos.

Saiba mais

Trechos de depoimentos de Jadiel à polícia

Ele fala sobre o BRT e cita os valores. O delegado pergunta 
se ele recebeu dinheiro da CPI da CGU e ele diz que sim

Jadiel – “... Ao conversar conosco dessa última vez... aí eles disseram... para saber a respeito dessas... dessa BRT. Esse último projeto ele disse que conversasse para que os vereadores aprovassem. Em alguns momentos, eles foram variados. Os valores, entendeu? Na última conversa que eles teriam tido... Que alguns vereadores sugeriram questão de 50 mil (reais), 100 mil (reais), essas coisas... Mas não havia possibilidade do prefeito viabilizar essas coisas. Não seria por esse lado que ele ia atender, contemplar as pessoas.
Polícia – Você tomou conhecimento de que algum vereador recebeu dinheiro pra assinar o requerimento da CPI?
Jadiel – Pra assinar não. Mas que pegou em dinheiro, pegou.
Polícia – Quem pegou em dinheiro?
Jadiel – Eu.
Polícia - E quem mais?
Jadiel - Val das Rendeiras.

Trechos de interceptações telefônicas
feitas pela polícia autorizadas pela Justiça

Jadiel - O senhor ainda está com aqueles débitos?
Val - Os meninos iriam arrumar um dinheiro

Trecho da descrição do caso, contida na decisão do juiz

Jadiel - Quando essa CPI for instalada, o prefeito (José Queiroz, do PDT) chamará eles e quando o prefeito chamar eles, os meninos, e que vão conversar com o prefeito e o acordo que eles chegarem eles descontam o dinheiro que eles irão lhe emprestar

Obs: Na descrição, Jadiel também diz a Val que devia mais de R$ 60 mil, mas tinha urgência em apenas R$ 33 mil.

Trechos de escuta telefônica entre os vereadores Louro do Juá (DEM), Eduardo Cantarelli (SDD) e Jajá (Sem partido) 

Jajá – Peraí, que Louro quer falar contigo.
Eduardo Cantarelli – Tá
Louro do Juá – Ô Duda
Eduardo Cantarelli – Oi
Louro do Juá – Bora almoçar, meu filho, pra gente conversar.
Eduardo Cantarelli – Eu não tenho não, Louro, como almoçar agora não. Eu tô terminando de resolver minhas coisas. Pra ir pra Recife deixar a documentação. Quando chegar eu ligo e a gente senta. O que você decidir, eu tô no meio.
Louro do Juá – Não, não é decidir nada. Aqui é: eu, você, Jajá e o resto... (palavrão). Não vai ter nada pra gente esse mês não... Conversei com Leonardo (Chaves)... Num tem jeito não, a gente vai comer papel. Votar e comer papel no Natal... (risos).

Funceme registra chuva em 59 municípios do Ceará

A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), registrou, ontem (30), chuvas em 59 municípios cearenses, inclusive, Fortaleza, que permaneceu, durante todo o dia, com o céu nublado.  Segundo a Funceme, desde o final da noite de quarta-feira, 29, um ramo da Zona de Convergência Intertropical atua no Ceará fazendo chover em várias regiões do Estado. Ontem, a maior chuva foi registrada no município de São Gonçalo do Amarante (104,5 milímetros), seguido por Pentecoste (57mm) e Granja (46mm). Em Fortaleza, o registro foi de 16,8mm.
Zona de Convergência Interzonal
A meteorologista Cláudia Rickes lembra que a Zona de Convergência Intertropical é o principal sistema causador de chuvas durante a quadra chuvosa no Ceará e adianta que há previsão de chuvas isoladas ao longo do dia de hoje, em todas as regiões do Estado. “Aqui na faixa litorânea, teremos predomínio de céu parcialmente nublado, com algumas ocorrências de chuva. No Sertão Central, os modelos apontam precipitações com intensidade pouco maior”.
Abaixo da média
Apesar dos registros de chuva, a Funceme ratifica o prognóstico divulgado no último dia 21, com maior probabilidade de precipitações abaixo da média nos meses de fevereiro, março e abril. “Com essa previsão climática, não estamos dizendo que não choverá. Haverá sim algumas precipitações em todas as regiões do Ceará, mas o acumulado das chuvas nos três meses deve ser menor que a média histórica”, explica Cláudia Rickes.
Garantia-Safra
Os cearenses estão precisando de chuvas regulares para reabastecer o nível de água dos açudes no Ceará, muito dos quais estão em via de colapso, o que ameaça a segurança hídrica de milhares de pessoas. Dois anos seguidos de seca fizeram estragos, também, na produção agropecuária do Estado. Somente com o Garantia-Safra, mais de R$ 295 milhões estarão à disposição dos agricultores familiares caso seja confirmado mais um ano de estiagem.

Investimento
Para a safra 2013-2014, o Governo do Estado vai investir mais de R$ 26 milhões, aproximadamente, para que os agricultores familiares recebam o benefício. “Foi fundamental a articulação do governador Cid Gomes junto ao Ministério do Desenvolvimento Agrário para que essas vagas fossem viabilizadas para o Estado do Ceará”, destacou o secretário do Desenvolvimento Agrário, Nelson Martins. Agora, é torcer para que as chuvas de ontem, contrariado os prognósticos da Funceme, sejam apenas o início de uma quadra chuvosa minimamente satisfatória.

Crime ambiental: TJCE recebe denúncia contra prefeito de Aquiraz

As Câmaras Criminais Reunidas do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) receberam denúncia por crime ambiental contra Francisco Antônio Fernando Freitas Guimarães, prefeito do município de Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza. A decisão teve como relator o desembargador Paulo Camelo Timbó. 
Aterramento
De acordo com o Ministério Público do Estadual (MP/CE), proprietários de imóveis do loteamento Brisa Mar, entre eles o gestor municipal, teriam aterrado trecho da lagoa do Catu, localizada no referido município.
Muro
 Além do aterramento, o prefeito também teria construído um muro no local. Técnicos da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) constataram a intervenção na região e abriram processo administrativo para apurar o caso, pois o lugar é área de proteção ambiental permanente. Por essa razão, o MP ofereceu denúncia por crime ambiental contra o político.

Crato: Juiz determina quebra de sigilo de prefeito

No Crato, município da região do Carriri, o juiz José Flávio Bezerra Morais determinou a quebra do sigilo bancário e o afastamento de cinco vereadores .  Além disso, ordenou a quebra do sigilo bancário do prefeito Ronaldo Sampaio Gomes de Mattos (foto), do secretário de Governo Rafael Aureliano Gonçalves Branco, e de outros quatro parlamentares. Todos são acusados de improbidade administrativa quando da participação de um suposto esquema de compra de votos.
Decisão
Ao analisar o caso, o juiz, que responde pela 1a Vara Cível do Crato e proferiu a decisão por meio de liminar, determinou a quebra do sigilo bancário e o afastamento dos vereadores: José Pedro da Silva, Celso Oliveira Rodrigues, Antônio Marcos Januário de Sousa, Pedro Eugênio Maia Moreira e Francisco Hebert Pereira Bezerra, pelo prazo de 30 dias, prorrogáveis conforme a conveniência do Juízo.
Segundo os autos, em outubro de 2013, o prefeito teria dado a cada um dos nove vereadores a quantia de R$ 50 mil para que eles desaprovassem as contas do ex-prefeito Samuel Araripe referente ao exercício de 2009. Além disso, os cinco vereadores teriam retirado os nomes de documento para instauração de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que pretendia apurar a irregularidade. O magistrado, que responde pela 1a Vara Cível do Crato, proferiu a decisão por meio de liminar.
Indícios
Ação
Por conta disso, o Ministério Público Estadual (MP/CE) ajuizou ação contra os parlamentares e gestores. Alegou haver fundados indícios e provas da prática de improbidade administrativa. Requereu o afastamento e a quebra do sigilo bancário dos envolvidos, sob a justificativa de que eles poderiam obstar a apuração dos fatos, pressionando ou cooptando prova testemunhal.
O magistrado afirmou ser “inegável que os referidos vereadores apresentaram atitude concreta impeditiva da apuração dos fatos, inclusive influenciando indiretamente na própria apuração processual, não obstante, repita-se, a independência de instâncias, denotando a real possibilidade de virem a obstar também a apuração dos fatos no âmbito do inquérito civil presidido pelo MP, e mesmo da eventual futura ação de improbidade a ser ajuizada”.
Também ordenou a quebra do sigilo bancário do prefeito Ronaldo Sampaio Gomes de Mattos; do secretário de Governo Rafael Aureliano Gonçalves Branco; e dos vereadores Luciano Saraiva Faustino; Dárcio Luiz de Souza; Henrique Antônio Brito Leite; e Nágila Maria Rolim Gonçalves, no período compreendido entre os meses de julho a dezembro de 2013. A medida também se estende à empresa Cerâmica Gomes de Matos Ltda - ME, em que o prefeito figura como sócio.
Afastamento

O juiz destacou, no entanto, que não afastou os dois gestores e os quatros vereadores por não ser, “no meu entender, necessária à instrução processual no momento presente, em razão da prova levantada nos autos. Tal posicionamento não significa que ocorrendo a necessidade não seja revista a decisão adotada ante qualquer ameaça à instrução do processo. Assim, ressalto que esta decisão não impedirá que, acaso constatada a atuação perniciosa dos agentes públicos supramencionados, no curso da instrução probatória, este Juízo decrete, por decisão fundamentada, o afastamento do exercício do cargo, na forma do artigo 20, parágrafo único da Lei nº 8.429/92”. Os acusados têm o prazo de cinco dias para apresentarem contestação, sob pena de confissão e revelia.

Violência: Dupla armada mata homem, troca tiros com policiais e é presa

Um homem foi morto a tiros por uma dupla armada na avenida João Pessoa, próximo ao Bar Avião, na Parangaba, por volta das 17h40 desta quinta-feira, 30. Equipes do Ronda de Ações Intensivas e Ostensivas (Raio) que faziam o patrulhamento na área efetuou a prisão dos suspeitos.

Segundo o comandante do Raio, major Márcio Oliveira, os policiais flagraram a fuga dos dois homens armados após o crime. Durante a abordagem policial, a dupla reagiu e trocou tiros com os agentes da equipe 37 do Raio. Um dos suspeitos foi baleado na perna. Os dois foram presos e, com eles, apreendidos dois revólveres e uma pistola ponto 40.

A vítima foi identificada como Maicon Sales Mota, segundo o tenente Oliveira Júnior, que atendeu a ocorrência. Os dois homens presos são: Gregório Moura da Paz e Renan Pereira da Silva. De acordo com o tenente, a dupla informou aos policiais que Maicon já havia praticado um atentado contra eles.

O tenente Oliveira Júnior informou ainda que a equipe do Raio está esperando o delegado da Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) para determinar para onde os dois homens serão encaminhados. (O POVO Online)

Governo Lança VIII Edital Carnaval do Ceará recebe inscrições até 10 de fevereiro

A Secretaria da Cultura do Ceará lança o VIII Edital Carnaval do Ceará, para apoiar financeiramente projetos de programação e agremiações carnavalescas em 2014, com recursos totais de R$ 1.060.000,00. O prazo de inscrições dos projetos vai do dia 31 de janeiro ao dia 10 de fevereiro. Como programação carnavalesca são consideradas as manifestações populares dedicadas a diversão, folias e folguedos, realizadas entre os dias 28 de fevereiro e 4 de março, voltadas à manutenção do carnaval cearense. Como agremiações estão os grupos organizados com características peculiares, distribuídos nas categorias de maracatus, escolas de samba, blocos, cordões e afoxés.
O VIII Edital Carnaval do Ceará apoia financeiramente os grupos de maracatus, escolas de samba, blocos, cordões e afoxés. Para os projetos de programação, serão destinados R$ 428.000,00. Já o apoio financeiro às agremiações carnavalescas envolve R$ 632.000,00. Os interessados em participar devem acessar o texto e os anexos do Edital, no site da Secretaria da Cultura (www.secult.ce.gov.br) e fazer sua inscrição no setor de Protocolo da Secult (Rua Major Facundo, 500, Centro, Fortaleza-CE), das 8h às 12h e das 14h às 16h30, até 10 de fevereiro. Até a mesma data serão aceitas inscrições via Correios, por Sedex ou correspondência registrada.
Os maracatus reúnem brincantes em cortejo que desfilam ao ritmo do batuque, entoando loas e tendo à frente uma baliza e um porta-estandarte. São divididos em alas formadas por índios, batuque, baianas, balaieiro, calunga, preta e preto velhos e a corte representada por rainha e rei, princesa e príncipe e serviçais portando sombrinhas, incensos e abanadores. O momento ápice do maracatu é a coroação da rainha.
As escolas de samba são formadas por brincantes fantasiados que desfilam ao som de um samba-enredo cantado por um puxador e executado por uma bateria. O grupo se constitui por comissão de frente, mestre-sala, porta-bandeira, abre-alas, passistas e bateria. As escolas de samba são divididas em alas e têm carros alegóricos com seus respectivos destaques.
Os blocos carnavalescos são grupos de brincantes que desfilam divididos ou não em alas, conduzidos por um porta-estandarte, ao som de uma banda de música, charanga ou bateria. Os blocos se diferenciam pelas fantasias e irreverência. Já os cordões reúnem os brincantes fantasiados ao som de uma banda de sopro. Eles são conduzidos por um porta-estandarte que leva à frente a identificação da agremiação.
Os afoxés, por sua vez, são formados por brincantes fantasiados nas cores dos orixás, entoando cantigas em língua irorubá, com instrumentos de percussão, atabaques, agogôs, afoxés e xequerês. O ritmo da dança na rua é o mesmo dos terreiros, bem como a melodia entoada. Os cantos são puxados em solo, por alguém de destaque no grupo, e são repetidos por todos, inclusive pelos instrumentistas. Antes da saída do grupo, há um ritual religioso, a exemplo da cerimônia do “padê de Exu”, feita antes dos ritos aos orixás numa festa de terreiro.
O edital regulamenta o processo de inscrição e seleção de projetos relacionados às tradições regionais cearenses e voltados às manifestações carnavalescas e visa à democratização do acesso aos recursos do Fundo Estadual da Cultura (FEC) para o fomento de bens, produtos e serviços culturais nas várias regiões do Ceará, seguindo as exigências legais - Lei Estadual nº 13.811/06, que institui o Sistema de Incentivo Estadual de Cultura (Siec), indica as fontes de financiamento e regula o Fundo Estadual da Cultura; Decreto Estadual nº 28.442/06, que regulamenta a referida Lei nº 13.811/06; Instrução Normativa 01/2005, conjunta da Secretaria da Controladoria, Secretaria da Fazenda e Secretaria do Planejamento, que disciplina a celebração de convênios, acordos, ajustes ou outros instrumentos congêneres, que visem à transferência de recursos financeiros, que tenham por objeto a execução de projetos ou a realização de eventos; Lei nº 8.666/93, que regulamenta o artigo 37, inciso XXI, da Constituição Federal, que institui normas para licitações e contratos da administração pública e dá outras providências; além de outras normas pertinentes à matéria.
Serviço:
VIII Edital Carnaval do Ceará. Inscrições até 10 de fevereiro. Edital, anexos e formulários:www.secult.ce.gov.br. Inscrições no setor de Protocolo da Secult (Rua Major Facundo, 500, Centro, Fortaleza-CE), das 8h às 12h e das 14h às 16h30, até 10 de fevereiro, ou via Correio, para postagem até a mesma data.
( DO ESTADO ONLINE)

PRETO NO BRANCO, coluna publicada no jornal O ESTADO


Sexta-feira, 31 de janeiro de 2014
PSDB procura cabelo em ovo
O governo do PT está ficando tão parecido com o do PSDB que este último, na falta do que criticar, está começando a buscar cabelo em ovo. A política econômica é a mesma, com o diferencial de que o PT ainda consegue ser um pouco melhor no quesito políticas sociais, afinal, sendo o Partido dos Trabalhadores não poderia mesmo ser diferente.
Resta então ao PSDB implicar com o vermelho da cor da roupa da presidenta Dilma, com os cartões de Natal que ela manda aos servidores e, agora, com os restaurantes que ela frequenta quando viaja ao exterior.
A presidente Dilma é uma mulher muito discreta e de hábitos muito comedidos e o pior para a oposição é que ainda tem por costume pagar do próprio bolso, ou melhor seria dizer, da própria bolsa, seus raros jantares fora da residência oficial.
Tudo isso, essa falta do que dizer contra a pessoa da presidenta deixa muito claro o porquê que um dia o ex-presidente Lula resolveu escolhê-la como sua sucessora. É que Dilma é praticamente ilesa a ataques de natureza pessoal, o que não é comum no mundo político tão afeito a escândalos de toda ordem. Se o que a oposição tem a apresentar contra a presidenta para desqualificá-la são apenas essas tolices é bom começarem a se preparar para mais quatro anos longe do Planalto.
CURTO CIRCUITO
Certo
Dilma diz que em restaurante de Lisboa, pagou jantar do próprio bolso e que costuma pagar suas próprias,  por isso pode ir aonde quiser. É o correto! E deve servir de exemplo, todos deveriam fazer o mesmo, ou seja, pagar do próprio bolso suas mordomias.
Errado
Teve uma prefeita, aqui, de Fortaleza, que pagava até conta de cervejaria e de freeshop  com cartão corporativo, ou seja, com o dinheiro  do contribuinte. E, justamente por  isso tá respondendo processo criminal.
Covil
Não se justifica o alarde do deputado Ronaldo Martins (PRB), ao denunciar que o prefeito Roberto Cláudio estaria desalojando 800 famílias do bairro Barroso. O problema é que aquele bairro, até onde se sabe, é um dos piores covis de traficantes, assaltantes, latrocidas e sequestradores. É a chance de sanear aquele local, com a duplicação da avenida Paulino Rocha.
Fábrica de loucos
O Hospital UTI Psiquiátrica, do dr. Cleto Pontes, deveria ser ampliado, para tratamento de lideranças políticas da capital e do interior, em sua maioria totalmente desorientados, diante da balbúrdia gerada pelo desmantelo iminente da aliança PT-PMDB-Pros, que governa o Estado. Eles temem a pulverização de uma coligação que parecia eterna.
Porquê o medo? 
É difícil de traduzir a preocupação de parte da imprensa, que prevê “raios, chuvas e trovoadas”  na AL, para o governador Cid Gomes, em ano eleitoral. Como poderá o governador perder o sono, se, em matéria  de oposição, ele só terá os deputados Heitor Férrer (PDT), Eliane Novais (PSB), Roberto Mesquita (PV) e Antonio Carlos (PT)?
O crime compensa
 No Brasil, em matéria de política e de sujeira de políticos, não há mais o que se inventar. Segundo o senador Agripino Maia é vergonhosa a repercussão, em outros países (sérios, naturalmente), a palhaçada das “vaquinhas” organizadas para quitar multas aplicadas pelo STF em políticos corruptos. Isso não existe em nenhum lugar do mundo.
Salada
 Nunca, na História Política do Ceará e do Brasil, se tem notícia de uma “salada” tão complexa, como a que está sendo “organizada” em termos de sucessão estadual e federal. No país, partidos se unem para tentar reeleger a presidenta Dilma, enquanto nos estados, brigam pelos governos estaduais. Com isso, vem o risco dos imoralíssimos e folclóricos palanques duplos
.
Marmelada ou chanchada
 Na marcha em que as coisas andam, corremos o risco de ver repetida a comédia da coligação PSD-UDN, que de inimigos figadais, viraram aliados, para eleger em 1962 o udenista Virgílio Távora. Como não deu tempo “fazer as pazes” de todos os inimigos no interior, VT teve que subir em palanques, onde partidos dividiam o espaço, mas sem se misturarem...
Sugestões, informações   e críticas:
jbrontee@uol.com.br  ou
www.blogdabronte.blogspot.com.br.

Momento poesia

Bom dia! 
Nesta sexta-feira chuvosa, com o clima maravilhoso que está fazendo, nesta nossa Fortaleza, violenta, mas, maravilhosamente bela, só poderia oferecer à vocês o "Mistério", de Florbela Espanca:

Mistério

Gosto de ti, ó chuva, nos beirados,
Dizendo coisas que ninguém entende!
Da tua cantilena se desprende
Um sonho de magia e de pecados.

Dos teus pálidos dedos delicados
Uma alada canção palpita e ascende,
Frases que a nossa boca não aprende,
Murmúrios por caminhos desolados.

Pelo meu rosto branco, sempre frio,
Fazes passar o lúgubre arrepio
Das sensações estranhas, dolorosas…

Talvez um dia entenda o teu mistério…
Quando, inerte, na paz do cemitério,
O meu corpo matar a fome às rosas!
Florbela Espanca

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Sucessão pernambucana: PV reivindica vaga na chapa estadual

Do JC Online

Sérgio Xavier é o nome defendido pelo PV para a chapa / JC Imagem

Sérgio Xavier é o nome defendido pelo PV para a chapa

JC Imagem

De olho na movimentação de partidos e lideranças em torno da composição da chapa majoritária a ser lançada pelo governador Eduardo Campos (PSB) para a sucessão estadual, o PV começou a dar seus passos em busca de espaço, na vaga de vice ou de senador. O nome no qual o partido aposta é Sérgio Xavier, secretário estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade.
O argumento dos verdes que desejam “reivindicar” – termo usado por eles mesmos - a participação na majoritária é a sintonia com a conjuntura nacional diante da aliança da ex-senadora Marina Silva com Eduardo Campos. No Estado, muitos nomes ligados à Rede Sustentabilidade - grupo da ex-ministra, que se incorporou ao PSB - estão no PV.
A recente declaração do ex-ministro da Integração Nacional Fernando Bezerra Coelho (PSB) de que cada vaga deve ter a participação de uma legenda diferente também é endossada pelos verdes entusiastas do ingresso na majoritária.
Embora afirme que o PV tem quadros para compor qualquer chapa, majoritária ou proporcional, o presidente estadual da sigla, Carlos Augusto Costa, tem um discurso mais sutil do que os correligionários. Não fala em “reivindicação”. “Queremos eleger pelo menos um deputado federal e dois estaduais. Vamos entrar numa chapa cuja arrumação ajude neste processo”, pontua.

Judiciário que exclui está muito longe de ser moderno e mais distante ainda do povo


noeliabrito140114
Por Noelia Brito*
O Brasil, como signatário da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiências, a chamada Convenção de Nova Iorque, deve respeito aos princípios ali insculpidos porque têm a força de normas de natureza constitucional.
Dentre os princípios a que o Brasil se tornou co-obrigado, ao subscrever a Convenção que trata dos Direitos das Pessoas com Deficiência, entendidas estas como as que “te?m impedimentos de natureza fi?sica, intelectual ou sensorial, os quais, em interac?a?o com diversas barreiras, podem obstruir sua participac?a?o plena e efetiva na sociedade com as demais pessoas” (art. 1º, Convenção), destacam-se o “respeito pela dignidade inerente, independe?ncia da pessoa, inclusive a liberdade de fazer as pro?prias escolhas, e autonomia individual”, bem como a “igualdade de oportunidades” e a “acessibilidade”.
Dito isso, causa espécie que parta justamente do Poder Judiciário uma das principais iniciativas descumpridoras dessa conquista tão arduamente buscada pelos que militam em prol da causa ora em destaque. É que a pretexto de modernizar o sistema de acompanhamento e administração de processos, o Poder Judiciário findou por criar um processo judicial altamente exclusivo, com o chamado Processo Judicial Eletrônico, o PJe, que alija os profissionais do direito com deficiência visual de sua utilização, tornando-os totalmente dependentes de uma terceira pessoa para que possam utilizar o sistema, descumprindo acintosamente o que vem determinado pela Convenção em tela.
Ignorando o fato de que existe uma gama considerável de partes e profissionais do direito com deficiência total ou mesmo com baixa visão, de maneira açodada, o Judiciário brasileiro, com o apoio do Conselho Nacional de Justiça, criou um Processo Judicial Eletrônico, este sim, deficiente, posto que baseado em arquivos de imagens, quando os leitores de tela com apoio em voz sintetizada só traduzem dados de texto
Se havia pressa para a implantação do PJe e se a implantação de um sistema dotado de plena acessibilidade causaria o retardamento dessa implantação, nada mais justo e correto, inclusive porque constitucional, que se implantasse tal modelo de maneira paulatina, nos termos pleiteados, inclusive pela advogada Deborah Prates, conhecida militante em defesa dos direitos das pessoas com deficiências, que solicitou ao CNJ que determinasse ao Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro que mantivesse a possibilidade de protocolização, por advogados cegos, de petições e documentos em papel, até que os sites do Judiciário fossem plenamente acessíveis, nos termos preconizados pela Convenção de Nova Iorque, portanto, pela própria Constituição Federal.
Segundo Débora, com a implantação do PJe, sua atuação profissional passou a depender do favor e da boa vontade de terceiros que fazem o envio da peças judiciais por ela, o que consiste em verdadeira humilhação e um discrímem abominável.
O pedido da advogada carioca foi indeferido pelo ministro Joaquim Barbosa, na qualidade de presidente do CNJ, por considerar que as falhas do PJe não lhe causavam qualquer dano irreparável e por já existir uma reclamação do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, que aponta uma série de problemas no PJe, “especialmente no que tange à garantia de acesso às pessoas com deficiência, como os deficientes visuais e também aos idosos”.
É no mínimo estranho que o ministro Joaquim Barbosa não considere que a inviabilidade de alguém trabalhar não seja um dano irreparável, já que a reclamação feita pelo Conselho Federal da OAB também continua pendente de solução.
Segundo a “Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiências Comentada”, editada pela Coordenadoria Nacional para Integrac?a?o da Pessoa Portadora de Deficie?ncia – CORDE, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, no mundo existem, nada menos, que 600 milho?es de pessoas com deficie?ncia, sendo que 400 milho?es vivem em pai?ses pobres ou em desenvolvimento. No Brasil, 27% das pessoas com deficiência vivem em situac?a?o de pobreza extrema e 53% sa?o pobres, de acordo com dados do Censo do IBGE de 2000. Dados do Banco Mundial revelam, ainda, que o índice de desemprego entre as pessoas com deficiência na América Latina varia entre 80 e 90%. A acessibilidade, portanto, é o meio indispensável para combater essa mazela social que é a exclusão das pessoas com deficiência, o que só é possível se estiverem em igualdade de condições com as demais pessoas que com elas disputam o mercado de trabalho. O que pretende, portanto, o Poder Judiciário brasileiro e o CNJ quando militam descaradamente contra esse esforço mundial de combater tamanha injustiça?
Com a palavra, o ministro Joaquim Barbosa e seus pares.
*Noelia Brito é advogada e procuradora do Município do Recife

Faço o que eu digo mas...

"Eu tenho medo"… de perder minhas mordomias
Do Facebook: 

"Quando presidente, FHC não só gastou, como levou de convidada a atriz Regina Duarte. Alguém? O quê? Quem criticou? A mídia o quê? (Deu na Folha, em 11.12.2002) - Agora sim, vamos lá, todo mundo gritando/postando: um, dois, três...

FHC gasta US$ 70 mil em viagem a Nova York
da Folha de S.Paulo, em Brasíliao
O presidente Fernando Henrique Cardoso gastou mais do que o previsto em sua última viagem oficial no cargo, a Nova York. Em vez dos US$ 35.140 estimados, a comitiva presidencial utilizou US$ 70.040, equivalente a cerca de R$ 266 mil pela cotação de ontem. FHC deixou o Brasil na noite de domingo e retornaria hoje.

O motivo, segundo a Folha apurou, foi a grande quantidade de pessoas. São cerca de 30, incluindo os ministros Celso Lafer (Relações Exteriores), Paulo Renato (Educação) e Barjas Negri (Saúde). A atriz Regina Duarte viajou como convidada, tendo as despesas custeadas pela União.

Os três filhos de FHC, Beatriz, Luciana e Paulo Henrique e três dos cinco netos do presidente viajaram com a comitiva, mas os gastos com hospedagem e alimentação não são pagos pelo governo.

Fernando Henrique Cardoso foi aos EUA para receber o prêmio Mahbub ul Haq, do Pnud (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), pela melhoria do Índice de Desenvolvimento Humano no Brasil.

Apesar de acima do esperado, os US$ 70.040 não representam a conta final. O demonstrativo entregue à missão brasileira na ONU (Organização das Nações Unidas), que organizou a visita de FHC, não contempla, por exemplo, ligações telefônicas.

A Folha tentou, durante toda a tarde de ontem, ouvir a assessoria de imprensa da Presidência, tendo deixado três recados. O assessor responsável, Geraldo Moura, estaria em reunião, impossibilitado de atender a telefonemas."