segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Sífilis no Ceará: Quase seis mil casos só em menores de um ano de idade

Aumentam casos de sífilis congênita no Estado do Ceará


Quase seis mil casos de sífilis congênitas em menores de um ano de idade foram registrados no Ceará, entre os anos de 2001 a 2013. Nesse período, o ano de 2012 foi o que teve maior quantidade de casos, totalizando 965 infectados, com uma taxa de incidência de 7,6 por mil nascidos vivos. Segundo o boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa), no ano de 2013, até o mês de setembro, foram notificados e investigados 511 casos. Porém, esse número aumentou nos anos seguintes. Em 2014, por exemplo, foram registrados 1.212 e ano passado, 1.193.
Sobre o aumento, o obstetra da Maternidade Escola Assis Chateaubriand (Meac), explica que ele pode ser oriundo de várias causas. “Nos últimos anos, verificou-se o aumento da gravidez na adolescência, também o número de mulheres usuárias de drogas.
Esses pacientes que usam droga têm uma vida sexual mais desregrada e esse grupo de risco não se preocupa em procurar assistência de saúde, aumentando assim a probabilidade de adquirir a doença”.
No entanto, acredita que nos próximos anos pode-se esperar uma redução do número de casos, devido ao aumento na assistência à saúde. “Esse quantitativo depende muito do alcance dos programas governamentais de saúde. Tem programas de rastreamentos para ofertar o pré-natal para um número cada vez maior de pessoas.
Diante disso, os números tendem a diminuir no decorrer do tempo. Mas, o que se pode dizer, também, é que nos anos anteriores o número era baixo porque havia pouco diagnóstico. De 2014 para cá, observa-se a crescente devido ao aumento do diagnóstico. Então, há vários fatores que influenciam nos dados”, explicou.
Diagnóstico
De acordo com os números, o que se percebe é que a doença avança. Segundo Homero Carvalho, o contágio acontece através da gestante para o bebê, mas a doença pode ser prevenida e tratada se descoberta com antecedência. Homero explica que um pré-natal bem feito é a medida mais efetiva para o controle da sífilis e a consequente redução dos números de casos nos próximos anos.
O diagnóstico se dá por meio do exame de sangue e deve ser pedido no primeiro trimestre da gravidez. “O recomendado é refazer o teste no terceiro trimestre da gestação. É um exame rápido e acessível”, informa.
No Ceará, o Hospital São José, o Hospital César Cals e a Maternidade Escola Assis Chateaubriand estão preparados para atender, diagnosticar e tratar casos de sífilis congênita.
Dentre os medicamentos apontados como eficazes no tratamento, está a penicilina. “No ano passado houve descontinuidade desse medicamento. Isso preocupou muito a gente, pois sem o tratamento as chances de contágio do feto aumentam. Foi feito um tratamento alternativo, mas não é ideal”, disse, apontando a descontinuidade da oferta do medicamento a um dos fatores que também pode ter contribuído para o aumento dos registros de casos de sífilis. “Agora já está regularizado. Mas esse é um medicamento primordial que não pode faltar”, alertou.
Microcefalia
O que mais tem preocupado a população e a saúde pública, nos últimos meses, é o constante aumento dos casos de microcefalia e a sua possível associação ao vírus zika. Porém, observa-se que infecções congênitas (quando há transmissão da gestante para bebê) também causa má formação. A sífilis é uma dessas doenças. O número de casos, inclusive, aumenta ano a ano no Ceará.
Sobre o assunto, o médico afirma que as sequelas oriundas da sífilis, não impactaram nos registros de microcefalia. “A sífilis causa microcefalia também, mas não com tanta frequência. Tem outras sequelas associadas à sífilis. Portanto, não é tão impactante quanto as sequelas que o zika vírus está causando”, finalizou.

Indulto

Janot recomenda o perdão a oito condenados no mensalão

BBq0HG3
Rodrigo Janot, procurador-geral da República, enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) pareceres favoráveis à concessão do indulto a oito condenados no processo do mensalão.
Compõem a lista o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares; o ex-diretor do Banco Rural Vinícius Samarane; o advogado Rogério Tolentino; os ex-deputados João Paulo Cunha (PT-SP), Pedro Henry (PP-MT), Romeu Queiroz (PMB-MG), Valdemar Costa Neto (PR-SP) e Bispo Rodrigues (PR-RJ).
O ministro Luís Roberto Barroso, relator do caso, vai decidir sobre a concessão do possível benefício. Em caso positivo, o grupo será perdoado definitivamente pelos crimes que cometeram no esquema que vigorou durante o governo Lula, informou “O Globo”.
Bom comportamento
Os advogados alegaram que todos tiveram bom comportamento na prisão. Janot concordou com os agumentos . A defesa ressaltou que os requerentes cumpriram os requisitos contidos no decreto de indulto natalino, concedido em dezembro do ano passado pela presidente Dilma Rousseff. Hoje, Samarane, Romeu Queiroz, Tolentino e Pedro Henry estão em liberdade condicional. Já Delúbio, Bispo Rodrigues, Valdemar e João Paulo estão no regime domiciliar.
Indulto
Previsto na Constituição Federal, o indulto é um perdão pelos crimes aos quais os presos foram condenados, desde que se enquadrem em critérios preestabelecidos pelo Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária. O benefício só pode ser concedido pelo presidente da República. Tradicionalmente, todo Natal é publicado no Diário Oficial da União um decreto de indulto. O indulto não é automático: precisa ser pedido à Justiça pela defesa do preso.
Condenados
O decreto do último Natal prevê o perdão para condenados que estejam em regime aberto, cujas penas remanescentes não sejam superiores a oito anos, se não reincidentes, e seis anos, se reincidentes, desde que já tenham cumprido um quarto da pena. O decreto dispõe que quem obtém o indulto não precisa cumprir o restante da pena, sem nenhuma restrição, como se apresentar à Justiça periodicamente.
Jefferson e Dirceu
O ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ) e o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu também pediram indulto ao STF. Entretnato, Rodrigo Janot ainda não se manifestou sobre esses pedidos. Mas adiantou que, no caso de Dirceu, afirmou que vai primeiro aguardar a posição do STF sobre a transferência dele para o regime fechado para depois opinar sobre o indulto.

Minirreforma eleitoral já tá valendo

Reforma já passa a valer nas eleições deste ano

Aprovada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado, em 2015, em meio a um vendaval político, pouca atenção foi dada à minirreforma eleitoral publicada em prazo hábil para vigorar nas eleições municipais de 2016.
Em que pese a novidade que mais impactará os pleitos ter partido do Supremo Tribunal Federal (STF) – que entendeu ser inconstitucional o financiamento das campanhas por pessoas jurídicas –, entre a lista de mudanças que também afetam a disputa está a definição pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) dos limites de gastos das campanhas.

Calendário
A programação dos próximos encontros:
Dia 04/03 (sexta-feira)

Tema: Propaganda Eleitoral e Poder de Polícia
Dia 11/03 (sexta-feira)
Tema: Prestação de Contas
Dia 31/03 (quinta-feira)

Tema: Inelegebilidades

Aviso aos contribuintes: Leão tá na área

Receita começa a receber declarações do IR 2016 nesta terça-feira
O prazo para entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoas Física 2016 (IRPF) começa na terça-feira (1º). As fontes pagadoras estão obrigadas a entregar o comprovante de rendimento aos trabalhadores até esta segunda-feira (29). O programa gerador da declaração para ser usado no computador foi liberado no site da Receita Federal no dia 25. A data limite para entrega das declarações é 29 de abril.
Entre os que devem declarar, estão os contribuintes, pessoas físicas, que receberam em 2015 acima de R$ 28.123,91 em rendimentos tributáveis. Também deve declarar o IRPF quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados, exclusivamente na fonte acima de R$ 40 mil em 2015; quem obteve, em qualquer mês do ano passado, ganho de capital na venda de bens ou fez operações no mercado de ações; quem tem patrimônio individual acima de R$ 300 mil; e proprietários rurais que obtiveram receita bruta acima de R$ 140.619,55.
Quem perder o prazo está sujeito à multa de 1% do imposto devido por mês de atraso ou de R$ 165,74, prevalecendo o maior valor. A multa máxima equivale a 20%.
Na terça-feira, a Receita envia o aplicativo do imposto de renda para dispositivos móveis (tablets e smartphones) na versão Android para a Google Play, loja virtual da empresa. De acordo com a Receita, a versão iOS já foi enviada para Apple e aguarda autorização da empresa.
A previsão é que ela esteja disponível nos primeiros dias de março. A versão online da declaração, que estará disponível no Centro Virtual de Atendimento (eCAC) para usuários com certificado digital, é prevista também a ser disponibilizada no começo do mês.
Cerca de 28,5 milhões de contribuintes deverão enviar à Receita Federal a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física em 2016. A estimativa é do supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir. O número representa crescimento de 2,1% em relação aos 27,9 milhões de documentos entregues no ano passado.

(Agência Brasil)

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

PRETO NO BRANCO, coluna publicada no jornal O ESTADO


                    Viaduto da morte
Julieta Brontée
         O acidente que causou a morte de dois operários e deixou cinco outros trabalhadores feridos, em obras viárias contratadas pela Prefeitura de Fortaleza à uma construtora de grande porte como a Ferreira Guedes, chama nossa atenção para as condições de trabalho dos operários da construção civil em nosso país. Como é que numa obra desse porte pode ter ocorrido um acidente dessa natureza que levou a óbito pais de família, deixando outros gravemente feridos? Que cuidados não foram tomados e por quem, para que tal acidente possa ter ocorrido? Será que houve falha na fiscalização? Indispensável que tais questionamentos sejam respondidos o quanto antes para que os demais trabalhadores possam ter segurança de que estarão seguros ao continuarem a prestação do serviço seja nessa obra, seja para esse empregador.
         Uma vida perdida é um bem que não se tem como repor ou reparar. Nenhuma indenização é capaz de sanar a dor de quem perde um pai, um filho, um irmão ou um marido, um ente querido. Não se trata de mera perda material, mas da vida, de dano irreparável e que, por isso, deve ser evitado a qualquer custo.
         A sociedade cearense aguarda ansiosa pelos esclarecimentos prometidos, seja pela prefeitura, que contratou o serviço, seja pelo Ministério Público, que investiga o caso. E as famílias enlutadas merecem que essas mortes não tenham sido em vão.  Estamos atentos, e também queremos respostas para que esse viaduto, que ainda nem nasceu, não passe a ser conhecido como o viaduto da morte.

          CURTO CIRCUITO
Emenda providencial
Os grandes atos dos nossos homens públicos, deveriam ser acompanhados com mais atenção, para fazer-lhes justiça. É o caso de parecer do senador Tasso (PSDB), sobre a venda de imóveis caros.
Era assim:
 O governo queria alíquotas mais altas para imóveis mais  baratos, e mais baixas para os mais caros. Com seu parecer, Tasso inverteu essa situação.
Troca-troca
O Governo aceita o pedido de demissão de Guilherme Sampaio na cultura e engatilha Bruno Pedrosa pro lugar. A licença de Pedrosa abre espaço na AL para outro aliado de Camilo na.

Não sou baú
Devagarinho estão voltando a procurar as coisas da Coelce de antigamente. Os questionamentos chegam ao ponto que querem muitos políticos, a Coelce de volta ao Governo. Alegam que a empresa só cuida dos seus lucros, de atender ao cliente, nada.
Em boas mãos 
O governador Camilo reuniu-se no Palácio da Abolição com Socorro França para se atualizar a respeito do andamento das investigações sobre a terrível “chacina de Messejana”, que resultou em 11 mortes e muitos feridos. Socorro França  é chefe da Controladoria-Geral de Disciplina dos Órgãos  de Segurança Pública e Sistema Penitenciário.
Hospital Regional
Há motivos para as populações do Sertão Central festejarem. Segundo informa o prefeito de Quixeramobim, Cirilo Pimenta, o Hospital Regional daquela região entrará em pleno funcionamento a partir de março.
 Acredite se quiser
O problema maior da imobilidade do Hospital nem era verbas, mas sim, falta de água, agora garantida pelo Governo do Estado.
Troca oportuna
A política é cheia de lances sérios, mas há alguns bem jocosos. É o caso do Partido Social Democrático e do Partido da Mulher Brasileira, no Ceará. O primeiro, presidido por uma mulher, Patrícia Aguiar; o segundo, dirigido por um homem, o deputado Domingos Neto, filho dela. Finalmente, eles trocaram de posições. Coisas da “janela”
Salve-se quem puder!
São imensas as preocupações de deputados federais e estaduais, em relação ao pleito municipal deste ano. Conta-se, na AL, que, a cada vez que um deles “cochila”, os colegas “mergulham” em cima de suas lideranças, aproveitando-se da “janela”. Hoje, diz um deles, ninguém tem total controle sobre os seus aliados, alvos de assédios permanentes.
Começo do fim
Os políticos deveriam estar mais atentos ao que diz o ex-ministro da Fazenda, Delfim Netto sobre a situação dos partidos, hoje. Para ele, a onda de corrupção atingiu de cheio os partidos em ação, alguns devendo sumir. Isso, diz ele, poderá ajudar a inflar pequenos partidos e, para festa dos políticos oportunistas, a criação de novas siglas.
Convidado
Luiz Gastão, presidente da Fecomercio no Ceará, foi o convidado especial para a inauguração do Espaço Criança que  governador Camilo e dona Oneida inauguraram esta semana na Praça Luiza Távora.
Encouraçado

Quanto mais se mexe no lamaçal da política na Câmara, mais se constata que o atual presidente daquela Casa se parece com um navio “encouraçado”.  Haja vista algumas declarações reservadas de ministros do STF sobre as possibilidades de cassação de Cunha por aquela corte. “São bastante remotas essas chances”, afirma um deles.

PF no Ceará tem novo dirigente

2602cd0350
Deu no Eliomar de Lima:
O delegado Renato Casarini Muzy, 41, não é mais o superintendente da Polícia Federal no Ceará. Para substitui-lo, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, nomeou o delegadoDelano Cerqueira Bunn, 38.
Nascido em Curitiba (PR), ele assumirá o comando da instituição no Ceará no próximo dia 29. Natural de Marília (SP), Casarini estava na Superintendência desde abril de 2013.

ProUni, lista de espera

Estudantes podem aderir lista de espera do ProUni a partir desta sexta-feira

Os estudantes que não foram pré-selecionados para as bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni) podem aderir à lista de espera a partir desta sexta-feira (26). A lista será usada pelas instituições de ensino para ocupar as bolsas que não foram preenchidas nas etapas anteriores. O prazo para participar da lista vai até segunda-feira (29).
Para aderir, basta acessar o site do ProUni e confirmar. Os estudantes serão convocados pelas instituições de acordo com a nota que tiraram no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015.
A relação dos candidatos participantes da lista de espera será divulgada no dia 3 de março. Todos os estudantes incluídos na lista deverão comparecer, entre os dias 8 e 9 de março às instituições de ensino e entregar a documentação que comprova as informações prestadas na inscrição.
Pode participar da lista de espera, exclusivamente para o curso correspondente à primeira opção, o candidato que não foi selecionado nas chamadas regulares e os pré-selecionados na segunda opção de curso, reprovados por não formação de turma.
(Agência Brasil)

Reação tucana

Deu na Vertical  (O POVO):
O presidente estadual do PSDB, Luiz Pontes, reagiu a uma nota desta Vertical. O tucano Pedro Matos assumiu, nesta semana, vaga de vereador de Fortaleza no lugar no ex-tucano Carlos Dutra (Pros).
Foi o bastante para que se especulasse possível aproximação de setores do PSDB – que o diga o deputado federal Raimundo Gomes de Matos, pai de Pedro, com a gestão do prefeito Roberto Cláudio (PDT). O próprio Pedro Matos garante que fará oposição propositiva.
Luiz Pontes, para dar um basta a dúvidas, dando uma de tucano de bico duro, avisa: “Não há nenhum acordo com o prefeito Roberto Cláudio para 2016. O Roberto foi meu companheiro na Assembleia e tenho o maior respeito e carinho por ele, mas ele tem candidato a presidente, que não é o nosso”.
O PDT trabalha Ciro Gomes para 2018.

Energia mais barata

Com bandeira verde, energia deve ficar mais barata a partir de abril

Agência Brasil
Conta de luz
Ssistema de bandeiras tarifárias informa, a  cada mês,  se  a  energia  gasta  pelo c onsumidor  está
mais cara ou mais barata Arquivo/Agência Brasil
A partir de abril, o consumidor deverá pagar menos pela energia. A redução será possível com a adoção da bandeira verde no sistema de bandeiras tarifárias, que adota as cores verde, amarela e vermelha para informar o consumidor, a cada mês, se a energia está mais cara ou mais barata.

“Com isso, a partir de abril não haverá mais ônus para o consumidor”, disse o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, que fez o anúncio nesta quinta-feira (25). Para o consumidor, isso deverá resultar em uma redução média entre 6% e 7% na conta de luz.
Neste mês, o governo anunciou que, em março, seriam desligadas sete usinas térmicas com custo de geração acima de R$ 420 por megawatt-hora (MWh). Posteriormente, foi decidida uma redução incluindo 15 usinas que geravam energia a um custo de R$ 250 por MWh.
“Agora estamos anunciando o desligamento das usinas térmicas com custo de geração acima de R$ 211. Com isso, a partir de abril, entraremos em regime de bandeira verde. Ao adotar a bandeira verde, deixa-se de cobrar esse ônus. Mas em março ela [bandeira] continuará amarela”, disse o ministro.
Ao todo, em abril, 5 mil MW gerados pelas térmicas já terão sido desligados do sistema, o que representará uma economia total de R$ 10 bilhões ao ano. Braga disse que, mantida a previsão positiva da situação hidrológica, mais 2 mil MW gerados em usinas térmicas poderão ser desligados nos próximos meses.
Todas essas decisões são tomadas durante as reuniões do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico, que avalia fatores como entrada de nova energia, capacidade dos reservatórios e comportamento de carga.

“Não é apenas uma questão de redução de consumo. A entrada da energia gerada em novas usinas, como as de Belo Monte, Jirau e Santo Antônio tem contribuído [para os desligamentos das térmicas]”, acrescentou Braga.

Bom dia com poesia

 Que o pessimismo nunca tome conta de nós e que nossos sonhos nunca morram pois enquanto há vida, há esperança. No mais, é desejar uma sexta-feira cheia de coisas boas para todos nós, com alegria e muito romantismo.

“Adeus, Meus Sonhos!

Adeus, meus sonhos, eu pranteio e morro!
Não levo da existência uma saudade!
E tanta vida que meu peito enchia
Morreu na minha triste mocidade!

Misérrimo! Votei meus pobres dias
À sina doida de um amor sem fruto,
E minh'alma na treva agora dorme
Como um olhar que a morte envolve em luto.

Que me resta, meu Deus? Morra comigo
A estrela de meus cândidos amores,
Já não vejo no meu peito morto
Um punhado sequer de murchas flores!”

Alvarez de Azevedo

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Segredos de alcova: Filho de quem?


EX-ASSESSOR DE FHC AFIRMA SABER QUEM É O PAI DO FILHO DE MÍRIAN


Do DCM - jornalista Mino Pedrosa:
Muito tem se falado e muito ainda se há de falar sobre o caso do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e a ex-jornalista global Miriam Dutra, cujo pivô da história é o filho da repórter Tomás Dutra Schimidt, de 23 anos, assumido por FHC forçadamente em 2009, mesmo tendo dois exames de DNA negativado em 2011.
A pergunta que apimenta mais este folhetim é: quem seria o verdadeiro pai de Tomás?
E outra pergunta vem a reboque: Porque Miriam Dutra jamais revelou quem é o verdadeiro pai de Tomás?
Este repórter revela o nome do pai do rebento e a verdade deste segredo de alcova, ouvido nas cozinhas das duas famílias envolvidas no desenrolar desse novelo. Durante um ano foi assessor da Campanha à Presidência da República de FHC convivendo 24 horas com o candidato. Quanto a família Sarney, ajudou na candidatura ao Governo do Maranhão e a pré-candidatura à Presidência da República, construindo um laço de amizade com a família.
O nome do pai de Tomás é Jorge Francisco Murad Junior, ou Jorge Murad ou ainda Jorginho, marido da ex-governadora do Maranhão Roseana Sarney.
Agora fica mais claro enxergar a verdade.
Em março de 1992, no gabinete do então senador Fernando Henrique Cardoso, na presença de vários servidores, inclusive Eduardo Jorge Caldas Pereira, numa antessala lotada, a jornalista global Miriam Dutra anunciou uma gravidez recente.
Indagada pelo senador sobre quem seria o pai, a jornalista disparou em alto e bom som insultos a FHC e deixou o gabinete aos prantos fazendo o senador ir atrás para acalmá-la. O caso entre os dois era sabido há vários anos. Mas a surpresa do filho deixou Fernando Henrique refém a partir daquela data.
A bomba não só estourou na família de FHC como também na de outra família importante na política nacional. A filha do presidente Sarney flagrou, no bolso do paletó de seu marido, Jorge Murad, um bilhete que revelava uma intimidade de um relacionamento clandestino que Murad mantinha até uma garçonière, para encontros fortuitos, com uma jornalista global que cobria os fatos da Presidência da República. Teria sido este bilhete, o motivo real da separação de Roseana e Murad quando Sarney era o dono da faixa presidencial.
O que FHC não sabia até agora é que dividiu a alcova com Murad durante alguns anos. Com o caso vindo à tona, fica fácil entender porque Miriam relutava em fazer o teste de DNA de Tomás. Mas Murad sempre soube que compartilhava o leito da jornalista com FHC.
O caso de FHC e Miriam também nunca foi segredo para os peões da Fazenda Córrego da Ponte, em Buritis de Minas, nos arredores de Brasília, comprada por FHC em sociedade com Sérgio Motta. O casal passava os finais de semana em liberdade com a natureza. Se inspirando na história da aristocrata anglo-saxã, Lady Godiva, Miriam costumava cavalgar nos prados de Buritis, até uma pequena queda d´água, vestindo somente botas e montando no pelo de uma égua, estimulando o imaginário do intelectual Fernando Henrique.
(…)

Reforço no Judiciário cearense

76 novos juízes tomam posse nesta quinta-feira

O Judiciário cearense ganha um importante reforço a partir desta quinta-feira (25/02). Setenta e seis comarcas do Interior passarão a ter novos novos juízes em atuação após solenidade de posse, que acontece às 9h durante sessão do Pleno do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), no Palácio da Justiça.

Os magistrados foram aprovados em concurso de juiz substituto do Estado em 2014. As comarcas, todas de entrância inicial, foram escolhidas durante sessão pública realizada no dia 12 de fevereiro, no Palácio da Justiça, seguindo a ordem de classificação dos candidatos.

Nessa terça-feira (23/02), a presidente do TJCE, desembargadora Iracema Vale, recebeu os novos magistrados e destacou a importância da função que estão iniciando. “É importante não só para o Judiciário Cearense, mas também para 1,5 milhão de cearenses que poderão ter mais acesso à Justiça”.

COMARCAS
Aiuaba - Anna Carolina Freitas de Souza
Alto Santo - Rafael Barros Tomaz do Nascimento
Amontada - Leslie Anne Maia Campos
Antonina do Norte - Sylvio Batista dos Santos Neto
Ararendá - Bernardo Raposo Vidal
Araripe - André Luis Parizio Maia Paiva
Aratuba - Pedro Augusto Teixeira Dias
Assaré - Carliete Roque Gonçalves Palácio
Baixio - Francisco Hilton Domingos de Luna Filho
Barro – Eduardo André Dantas Silva
Barroquinha - Rafael Siman Carvalho
Bela Cruz
- Francisco Gilmário Barros Lima
Campos Sales - Samara da Silva Costa
Caririaçu - Raimundo Ramonilson Carneiro Bezerra
Cariús - Ramon Aranha da Cruz
Carnaubal - Luiz Eduardo Viana Pequeno
Catarina - Karla Cristina de Oliveira
Chaval - Daniela Aoki de Andrade Maria
Croatá  Rafaela Benevides Caracas
Cruz - Kathleen Nicola Kilian
Farias Brito - Carlos Eduardo Carvalho Arrais
Forquilha - Hugo Gutparakis de Miranda
Frecheirinha - Bruno dos Anjos
Graça - Bruna dos Santos Costa
Groaíras - Glauber Oliveira Fernandes
Guaraciaba do Norte - Juliana Bragança Fernandes Lopes
Hidrolândia - Carolina Vilela Chaves Marcolino
Ibiapina - Fábio Rodrigues Sousa
Ibicuitinga - Tales Alves Paranahiba
Icapuí - Vivian Lopes Pereira de Figueiredo
Ipaporanga - Diogo Sacramento Seixas Lorosa
Ipaumirim - Edilson Chaves de Freitas
Ipueiras - Tássia Fernanda de Siqueira
Iracema - Evaldo Dantas Segundo
Irauçuba - Marcelo Durval Sobral Feitosa
Itapiúna - Jair Teles da Silva Filho
Itarema - Flipe Gontijo Lopes
Itatira - Daniel Raymundo da Matta
Jaguaretama – Caio Lima Barroso
Jaguaribe - Lucas Medeiros de Lima
Jati - Niwton de Lemos Barbosa
Jijoca de Jericoacoara - Silmar Lima Carvalho
Jucás - Yanne Maria Bezerra de Alencar
Madalena - Lucas da Silva Santana
Marco - Frederico Vasconcelos de Carvalho
Mauriti - Diogo Altorbelli Silva de Freitas
Meruoca - Herrmann Emmel Schwartz
Milagres - Judson Pereira Spindola Junior
Monsenhor Tabosa - Mikhail de Andrade Torres
Morrinhos – Tadeu Trindade de Avila
Mucambo - Isaac de Medeiros Santos
Mulungu - Débora Danielle Pinheiro Ximenes
Novo Oriente - Cristiano Sousa de Carvalho
Orós - Mônica Maria Andrade da Silva
Palmácia - Alfredo Rolim Pereira
Paracuru – Wyrllenson Flavio Barbosa Soares
Parambu - Tulio Cruz Nogueira
Pedra Branca - Luis Gustavo Montezuma Herbster
Pereiro - Eduardo Neri Negreiros
Piquet Carneiro - Edson José de Araújo Junior
Poranga - Thales Pimentel Saboia
Porteiras - Maurício Hoette
Quiterianópolis - André Arruda Veras
Quixelô - Julianne Bezerra Barros
Quixeré  - Lucas Sobreira de Barros Fonseca
Redenção – Diego de Souza Lima
Reriutaba – Raynes Viana de Vasconcelos
Saboeiro - Anne Carolline Fernandes Duarte
Santana do Acaraú - Felipe Soares Damous
Santana do Cariri - Christiano Silva Sibaldo de Assunção
Solonópole - Sérgio da Nóbrega Farias
Tabuleiro do Norte - Wilson de Alencar Aragão
Tamboril - Cristiano Sanches de Carvalho
Umirim - Janaína Graciano de Brito
Uruoca - Anna Karolina Cordeiro de Araújo Carvalhal

Varjota - Paulo Jeyson Gomes Araújo

Processo eleitoral 2016 em debate


 Eleições 2016: TRE-CE inicia encontros para discussão do processo eleitoral

O TRE do Ceará, por iniciativa da Corregedoria Regional Eleitoral (CRE), iniciou na tarde desta quarta-feira, 24/2, na Sala de Sessões do tribunal, a série de cinco encontros com servidores e juízes para apresentação dos principais temas que nortearão o processo eleitoral no próximo pleito de outubro deste ano.

A série de encontros é fruto de ampla discussão de grupos de estudos temáticos, criados pela CRE, desde 2010, e ampliados em 2016, com a finalidade de produzir manuais de orientações e apoio às Zonas Eleitorais, em que serão desenvolvidos, de forma robusta, 5 temas considerados relevantes para as eleições municipais deste ano: registro de candidatura; propaganda eleitoral; prestações de contas; ações judiciais eleitorais e inelegebilidades.

Na abertura, a secretária Judiciária, Orleanes Cavalcanti, fez a apresentação das normas e dos principais procedimentos do registro de candidatura, oriundos da recente minirreforma eleitoral, que trouxe importantes alterações para as eleições de 2016.

Participaram do encontro o juiz auxiliar da Presidência, Marcelo Roseno, e os servidores da Corregedoria Regional Eleitoral, Secretaria Judiciária, Secretaria de Controle Interno, Assessoria Jurídica da Presidência, Assessoria da Vice-Presidência, e das 5 Assessorias dos Juízes, além de equipe de servidores da EJE, que também utilizará o material gerado pelos cinco encontros para o Programa de Educação Continuada de Direito Eleitoral desenvolvido pela Escola Judiciária Eleitoral.

Programação
A programação dos próximos 4 encontros já foi definida nas seguintes datas, na Sala de Sessões do TRE, das 14 às 18 horas:
Dia 26/2 (sexta-feira)
Tema: Ações Judiciais Eleitorais 
Dia 04/03 (sexta-feira)
Tema: Propaganda Eleitoral e Poder de Polícia
Dia 11/03 (sexta-feira)
Tema: Prestação de Contas
Dia 31/03 (quinta-feira)

Tema: Inelegebilidades


Bom dia com poesia

Com o desejo de uma quinta-feira lotada de bons fluidos e boas gargalhadas, vou hoje com esse pernambucano arretado, João Cabral de Meto Neto, com “Morte e Vida Severina”. É longo mas vale a pena ser lido até o fim.

 “Morte e Vida Severina
— O meu nome é Severino,
como não tenho outro de pia.
Como há muitos Severinos,
que é santo de romaria,
deram então de me chamar
Severino de Maria;
como há muitos Severinos
com mães chamadas Maria,
fiquei sendo o da Maria
do finado Zacarias.
Mas isso ainda diz pouco:
há muitos na freguesia,
por causa de um coronel
que se chamou Zacarias
e que foi o mais antigo
senhor desta sesmaria.
Como então dizer quem fala
ora a Vossas Senhorias?
Vejamos: é o Severino
da Maria do Zacarias,
lá da serra da Costela,
limites da Paraíba.
Mas isso ainda diz pouco:
se ao menos mais cinco havia
com nome de Severino
filhos de tantas Marias
mulheres de outros tantos,
já finados, Zacarias,
vivendo na mesma serra
magra e ossuda em que eu vivia.
Somos muitos Severinos
iguais em tudo na vida:
na mesma cabeça grande
que a custo é que se equilibra,
no mesmo ventre crescido
sobre as mesmas pernas finas,
e iguais também porque o sangue
que usamos tem pouca tinta.
E se somos Severinos
iguais em tudo na vida,
morremos de morte igual,
mesma morte severina:
que é a morte de que se morre
de velhice antes dos trinta,
de emboscada antes dos vinte,
de fome um pouco por dia
(de fraqueza e de doença
é que a morte Severina
ataca em qualquer idade,
e até gente não nascida).
Somos muitos Severinos
iguais em tudo e na sina:
a de abrandar estas pedras
suando-se muito em cima,
a de tentar despertar
terra sempre mais extinta,
a de querer arrancar
algum roçado da cinza.”

João Cabral de Melo Neto

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

E agora Luizianne?

Camilo Santana pode deixar o PT se partido lançar candidatura própria em Fortaleza

Governador do Ceará tem compromisso de apoiar reeleição de Roberto Cláudio, aliado dos irmãos Ferreira Gomes

Deu na Exame:

RICARDO DELLA COLETTA

SEXTA-FEIRA 13 Eleito no Ceará, Camilo Santana quer ressuscitar a taxa maldita (Foto: Jarbas Oliveira/Folhapress)














"O governador do Ceará, Camilo Santana, avisou interlocutores que, se o PT mantiver o plano de lançar candidatura própria em Fortaleza, pode deixar o partido. Seu compromisso está mais do que certo com a reeleição de Roberto Cláudio (PDT), aliado dos irmãos Ferreira Gomes."
Ai eu digo: É o justo, é o certo, afinal de contas, Camilo deve sua eleição a Governador do Ceará aos irmãos Ferreira Gomes. Disso, ninguém tem dúvidas.

Embaixador da França visita a UFC e discute reforço da cooperação com a Universidade

Com a intenção de reforçar as relações de cooperação entre as instituições de ensino francesas e a Universidade Federal do Ceará, o Embaixador da França no Brasil, Laurent Bili, reuniu-se na tarde dessa terça-feira (23) com o Reitor da UFC, Prof. Henry de Holanda Campos. Como resultado do encontro, abriu-se a possibilidade de uma maior presença do país europeu na Casa de Cultura Francesa e na criação de novos projetos de cooperação em áreas como Engenharia e Medicina.

No encontro – que também contou com a presença do Cônsul-Geral da França, residente em Recife, Bruno Bisson –, o Reitor apresentou as atividades que a UFC já realiza em parceria com instituições francesas. Participaram da reunião o Pró-Reitor Adjunto de Pesquisa, Prof. Jorge Lira, e o Coordenador de Assuntos Internacionais, Prof. José Soares de Andrade Júnior. A Coordenadora da Casa de Cultura Francesa, Profª Elisandra Magalhães, apresentou a atuação da Instituição no ensino da língua.

Veja outras imagens da visita do embaixador no Flickr da UFC: https://goo.gl/7pkrVP

"É uma deferência para a Universidade a visita do embaixador, recém-chegado ao País, que vê nossa Instituição como prioridade, pelo protagonismo que ela tem nessas relações com a França e pela quantidade e variedade de projetos de cooperação em curso", destacou o Reitor Henry Campos. Atualmente, a UFC possui 29 acordos vigentes com 22 instituições francesas de ensino, o que faz da França o país com maior parceria com a Universidade.

Um dos principais resultados do encontro, conforme avalia o Reitor, foi a abertura de perspectiva de parcerias mais efetivas entre o governo francês e a Casa de Cultura Francesa. “Isso é muito bom. Há, por exemplo, a possibilidade da presença de um leitor, que é um nativo que fica participando das atividades da casa. Nós já temos isso na Casa de Cultura Alemã, por exemplo”, destaca.

"É muito importante a presença de um leitor francês, para que os professores e estudantes possam interagir. O leitor, que é um professor que viria por um período de um ano, ajudaria na interação com outras instituições de cultura francesa", assinala o embaixador. A Casa de Cultura Francesa possuía 855 alunos no último semestre e está com vagas abertas para novos 170 alunos neste semestre.

PROJETOS – Laurent Bili reforça que já existem vários projetos de cotutela e de duplo diploma entre a UFC e instituições francesas e que sua intenção é reforçar essa relação com o Ceará. "Há a sorte de a UFC possuir um reitor francófono e que fez parte de seus estudos em Medicina na França. Isso facilita o desenvolvimento, a dinâmica dessa cooperação", ressalta.

Os cursos de Engenharia e de Medicina, assim como os de Ciências Exatas foram apontados como destaques para a realização de projetos conjuntos. "Vimos a possibilidade de estreitar ainda mais relações nessas áreas, que já são bastante próximas, com o duplo diploma, através do programa chamado Brafitec (Brasil/France Ingénieur Technologie). Enfim, a reunião permitiu muita coisa que possa nos ajudar na consolidação e no fortalecimento da política de internacionalização, que é uma das principais metas de nossa gestão", avalia o Reitor Henry Campos.

Fonte: Coordenaria de Comunicação Social e Marketing Instituciona

Investimento: Brasil é rebaixado


Moody's tira grau de investimento do Brasil

Agência derrubou nota do país em dois 'degraus' de uma só vez. 
Das 3 maiores agências, só Moody's não tinha tirado selo de bom pagador.

Do G1, em São Paulo
A agência de classificação de risco Moody's rebaixou a nota do Brasil e tirou o grau de investimento – selo de bom pagador – do país nesta quarta-feira (24), como já era esperado. A nota do país caiu dois degraus de uma vez: passou de Baa3, o último nível dentro do grau de investimento, para Ba2, que é categoria de especulação. A agência também colocou o Brasil em perspectiva negativa, indicando que pode sofrer novo rebaixamento.
Em nota, a Moody's afirma que o corte da nota foi influenciado pela maior deterioração das métricas de crédito do Brasil, em um ambiente de baixo crescimento, com expectativa de que a dívida do governo ultrapasse 80% do Produto Interno Bruto (PIB) nos próximos três anos. A agência também aponta a "dinâmica política desafiadora" vai continuar a complicar os esforços de consolidação fiscal e atrasar as reformas estruturais.
"A perspectiva negativa reflete a visão de que os riscos são de uma consolidação e uma recuperação ainda mais lentas, ou de que surjam mais choques, o que cria incertezas em relação à magnitude da deterioração do perfil de crédito do Brasil".
Último a a tirar grau de investimento
Entre as três grandes agências internacionais, apenas a Moody's mantinha o Brasil com grau de investimento. No dia 9 de dezembro, entretanto, a agência colocou a nota do país em revisão para possível rebaixamento, indicando que ela poderia ser reduzida em breve.
A primeira a tirar o selo de bom pagador do Brasil foi a Standard and Poor's (S&P), em setembro do ano passado. Há uma semana, a agência voltou a rebaixar a nota brasileira.
Em dezembro, foi a vez da Fitch, que ao mesmo tempo colocou a nota do país em perspectiva negativa, indicando que ela pode voltar a ser rebaixada.
Como principal motivo para a retirada do grau de investimento do país, as agências apontam a deterioração das contas públicas, o aumento do endividamento público e a preocupação com a retomada do crescimento da economia.
No mercado financeiro, a nota de um país funciona como um "certificado de segurança" que as agências de classificação dão a países que elas consideram com baixo risco de calotes a investidores.
VALE ESTE - classificação de risco (Foto: Editoria de arte/G1)
Consequências
Ainda que já fosse esperado, o rebaixamento pela Moody´s pode ter efeitos sobre a cotação do dólar, a dívida do país, o financiamento das empresas e o nível de investimentos estrangeiros no país.
Isso porque o grau de investimento é um "selo de qualidade" que assegura aos investidores um menor risco de calotes. A partir da nota de risco, os investidores podem avaliar se a possibilidade de ganhos (por exemplo, com juros maiores) compensa o risco de perder o capital investido em um país.
Muitos fundos internacionais, por exemplo, só permitem a aplicação em investimentos que tenham grau de "bom pagador" em pelo menos duas das três agências. Ou seja, diante do alerta e da dúvida, os investidores optam por "não pagar para ver".
Com menos investidores "interessados" no Brasil, o país pode perder dólares, o que acaba tendo reflexos na cotação da moeda. Para o governo e as empresas, fica mais caro conseguir crédito, já que eles passam a ser vistos como "maus pagadores".
Alex Agostini, economista-chefe da agência de classificação de risco nacional Austin Rating, acredita, entretanto, que a decisão da Moody´s não deverá provocar turbulências no mercado, uma vez que a decisão já era aguardada. "Vai ficar mais difícil o Brasil receber grandes investimentos por parte dos fundos de pensão internacionais. Mas o mercado já precificou e já fez os ajustes em suas carteiras. Eu diria que vai passar desapercebido. Vai ser menos importante que o zika", diz.
Como consequências já visíveis da perda do selo de bom pagador ele cita a queda do volume de investimentos estrangeiros em ações, renda fixa e títulos públicos, como também do montante de investimentos estrangeiros diretos, que recuaram 22,5% em 2015.
  •  
Uma melhora da nota do país fica só para depois de 2018, quando tivermos uma situação mais clara sobre o crescimento econômico"
Alex Agostini, economista da Austin Rating
Brasil não deve recuperar selo tão cedo
O Brasil conquistou o grau de investimento pelas agências internacionais Fitch Ratings e Standard & Poor’s pela primeira vez em 2008. Em 2009, conseguiu a classificação pela Moody’s.
Agora, com a perda do selo de bom pagador nas três agências, a perspectiva para uma reconquista do grau de investimento fica ainda mais distante. Historicamente, países costumam levar cerca de 5 a 10 anos para recuperar o título.
“As perspectivas de melhora ficam ainda mais postergadas. O cenário é muito mais de um novo tropeço do que de uma melhora", avalia Agostini. "Uma melhora da nota do país fica só para depois de 2018, quando tivermos uma situação mais clara sobre o crescimento econômico, que ao que tudo indica não deverá ocorrer antes de 2017", completa.

PRETO NO BRANCO, coluna publicada no jornal O ESTADO

            ÚLTIMOS DIAS DE POMPEIA

Julieta Brontée
         As relações promíscuas de Lula com certo empresariado, relações, aliás, das quais ele, Lula, sempre se orgulhou, começam a lhe pesar como chumbo em tempos de Lava Jato e de popularidade petista em baixa.
         Ao tempo em que Lula era considerado o salvador da Pátria, o intocável, suas relações com empresários e os presentes caríssimos destes recebidos, que incluíam, desde o apartamento em que mora em São Bernardo até vinhos franceses de origem controlada, nunca causaram tanto rebuliço. Mas, agora, tudo causa embaraço para o ex-presidente. Não é à toa o ditado que diz "rei morto, rei posto". A exceção parece estar com o ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que mesmo depois de morto ainda continua com grande influência sobre os que deixou governando seu Estado, a ponto do seu sucessor, o atual governador Paulo Câmara ter surpreendido a todos com a nomeação de um dos filhos do finado para nada menos que o cargo de Chefe de seu Gabinete. Um jovem sem qualquer experiência política ou no serviço público, recém saído dos bancos universitários onde cursou Engenharia Civil. Mas, afora essa exceção, que como toda exceção, apenas confirma a regra, até Lula, que se tinha por mito indestrutível, parece viver seus últimos dias de Pompeia.  
                                        
                                   CURTO CIRCUITO
Impinjando
               A turma do PT não perde tempo em alfinetar quem não é petista, nem que, para isso, tenha que desviar o sentido da história. Um exemplo: o médico petista Alex    Mont’alverne, atribui ao ex-ministro Delfim o fim da FUNASA e a invasão do mosquito  da dengue em todo o país. Só que a FUNASA foi criada depois da saída de Delfim...
Preocupante
              Para o deputado Carlos Matos (PSDB), o governo do Ceará deve estar mais atento para um dado que salta aos olhos de quem se preocupa com a economia do estado: há poucos anos, na gestão de Tasso Jereissati, a nossa economia superava, em média, a do país; os mais recente levantamento mostra uma clara inversão nessas posições  .
Jogos de azar
            Finalmente, o governo federal admite: para sair da liseira, o caminho mesmo é encampar todos os jogos de azar, dos cassinos aos jogos de “pretinha”, passando pelo velho jogo do bicho. Não se sabe se há intenção de encampar a Loteria Estadual do Ceará, há 70 anos em mãos da família do seu fundador Jonas Carlos da Silva.
Diabeisso?
               No Brasil é assim: o procurador-geral da Justiça, Janot, cuja fúria inicial era detonaro deputado Eduardo Campos, presidente da Câmara e Renan, presidente do Senado, e outros, envolvidos em falcatruas, “muda o disco”. Sua preocupação agora é que o TSE “jogue no lixo” denúncias do PSDB, que poderão tornar nula a eleição da chapa Dilma-Temer.
 Raça sofredora
            É realmente lastimável a situação dos aposentados, assim como dos que lutam para se aposentar no Brasil pela Previdência Social. Depois de 165 dias de greve por conta de exigências salariais, centenas de peritos retornam ao trabalho, depois de terem prejudicado dezenas de milhares de pessoas que necessitavam deles com urgência.
Gordinho sinistro
              Enquanto nos preocupamos em derrotar o “Aedes Aegypte”, o mundo perde o sono com outra coisa. Trata-se da ameaça de uma guerra que poderá ser provocada pelo presidente da Coréia do Norte, o “gordinho sinistro” Kim Jong-un, segundo denuncia a  China, maior aliado daquele país, ao se julgar incompetente para deter aquele lunático.
Novo “bode”
                Mais um “bode” complicado para os TREs amansarem. Segundo decisão do TSE, a partir de agora os partidos, mesmo que não tenham Diretório nem mesmo Comissão Provisória num município, podem lançar candidato a prefeito e a vereador. A indignação de dirigentes de partidos devidamente organizados deverá explodir país a fora.